A violência urbana

postado em: Atualidades | 0

18_violênciaA violência urbana vem aumentando drasticamente à medida que a desigualdade aumenta também, e tem deixado um número absurdo de vítimas. Um problema crescente que afeta a todos dentro de uma comunidade desde as classes mais baixas até as mais privilegiadas.

Não constuma-se parar para pensar as causas desse problema, mas o aumento na população, seguido da falta do acompanhamento da infraestrutura urbana, deixou milhões de pessoas sem acesso as necessidades básicas de um ser humano, como saneamento básico e moradia, por exemplo. A SOCIEDADE E SUAS COBAIAS_violênciaMuitos não tem empregos, nem boas condições de saúde, nem uma educação de qualidade, ou se quer qualificação proficional, fatores que acarretam em graves problemas sociais, como a desigualdade. Essas pessoas assaltam, e muitas vezes matam, para obter as coisas vitais que todos precisam. Resumindo, quem não tem, vai dar seu jeito de ter, seja com violência ou não.

É frequente e crescente o número de assaltos em estabelecimentos comerciais, como lojas, farmácias, padarias, postos de gasolina, entre outros. Eles ocorrem tanto durante o dia como a noite. Sem contar que são altíssimas as chances de ser assaltado enquanto anda por aí. Ou seja, deixou de ser seguro sair na rua até para ir na esquina da sua casa. E essa violência é responsável pela morte desnecessária de milhares brasileiros.

c6ad0a0ff73e4513808b562de42a0b63_violncia.2Em síntese, a verdadeira raiz da violência é a desigualdade. E o único meio de reduzir esse tipo de violência é reduzindo esta. Mas como fazer isso? Simples: acabando com as escolas privadas, consequentemente melhorando e muito o ensino público, dando um aumento de salário considerável para os professores, universalizando a saúde pública e disponibilizando diversos empregos.

Comentários

comentários